Total de visualizações de página

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Amor de jardineiro


Em um dia ensolarado eu passeava
E olhava os jardins dos arredores
Vi um jardineiro que semeava
Sementinhas de muitas flores
Com muito carinho esparramava
Pelos canteiros, em muitos lugares
Fazia isso porque gostava
Sua alegria eram as flores

Com sábia paciência esperava
A estação cheia de flores e cores
Quando o que se plantou desabrochava
Grande e doce emoção dos semeadores
Mas de um amor ele precisava
Pois ninguém vive só de flores
Feliz, achou o amor que procurava
Com o nome de Rosa, rainha das flores!
(Siby)




Nenhum comentário:

Postar um comentário